Tratando da taiga
Escrito por: Sisi Gao
Ilustrado por: Jo Ramirez, Brendan Koehler
Traduzido por: Mariana Grizante

mostrar/esconder glossário

Caducifólia: planta que perde suas folhas todos os anos, também chamada de decídua. Portanto, há épocas em que as folhas dessa planta caem, mas depois brotam de novo.

Conífera: um tipo de árvore ou arbusto que tem forma de cone e folhas perenes, algumas delas longas e pontudas como agulhas.

Decomposição: quando plantas, animais, ou outros organismos mortos apodrecem e são desmembrados em nutrientes que podem ser usados por outras plantas e organismos vivos.

Hibernar: o ato de dormir durante os meses frios de inverno, como fazem alguns animais que sobrevivem ao inverno ... mais

Líquen: um organismo vivo que não é uma planta nem um animal. Líquens geralmente são formados por dois seres vivos, fungos e algas, que trabalham juntos beneficiando um ao outro ... mais

Migratório: movimento de um lugar a outro. Aves geralmente migram para evitar temperaturas frias e quentes. Algumas viajam milhares de quilômetros a cada ano quando migram.

Pântano: uma área com solo úmido e esponjoso que contém grande quantidade de matéria vegetal morta.

Perenifólia: planta que tem folhas durante todo o ano. Portanto, esta planta está sempre verde, e suas folhas são perenes.

Conifers in the snow boreal forest

Grande parte da taiga é uma floresta escura e densa. Imagem de Orcaborealis.

Um vento frio sopra através de uma enorme floresta de coníferas. Em seu rastro, a neve cai rodopiando e os galhos verdes balançam. A luz do sol se infiltra pelo dossel verde escuro, mas ela é muito fraca para aquecer suas mãos. A neve escorrega dos picos das árvores que têm formato de cone e se acumula no chão duro da floresta. Ao seu redor, a floresta se estende, adorável, escura e profunda. Você está no maior bioma terrestre do mundo: a taiga.

Em russo, “taiga” significa “floresta.” Esse bioma também é conhecido como floresta nevada ou floresta boreal, em homenagem à deusa grega do vento norte. Árvores coníferas dominam a maior parte desse bioma, mas lagos e pântanos ocasionais pontuam a paisagem sempre verde.

Solitárias noites de inverno

Moss and lichen in snow

Musgos e líquens conseguem sobreviver às condições difíceis da taiga. Imagem de Randi Hausken.

É preciso ser muito teimoso para sobreviver ao inverno rigoroso da taiga. Durante 9 meses, as temperaturas variam entre -54 ° C a -1 ° C (-65 ° F a 30 ° F) e a neve cai violentamente. Como a taiga está localizada bem ao norte, lá o sol não brilha por muito tempo durante o inverno. Com dias tão curtos, o frio afeta tudo, até a morte. As temperaturas frias diminuem tanto a taxa de decomposição que os nutrientes das plantas e animais mortos levam muito tempo para se decompor até que possam retornar ao solo.

No entanto, mesmo nas condições difíceis do longo e escuro inverno da taiga, a vida dá um jeito. Líquens, musgos, cogumelos e árvores coníferas prosperam em solo fino onde faltam nutrientes.

Os animais que permanecem ativos durante o inverno exibem casacos grossos para se proteger do frio. Muitos animais comem as plantas que conseguem encontrar, mastigando sementes de pinhas ou brotos verdes enterrados sob a neve. Alguns lancham outros animais. Para outros que não encontrarão comida suficiente durante o inverno, a hibernação é uma estratégia. Outros ainda deixam a taiga e migram para o sul, para biomas que são mais quentes durante o inverno. Eventualmente, o inverno passa e dá lugar a temperaturas mais quentes.

Verões agitados

Luna moth Actias luna

A vida na taiga pode ser tolerante ou ser curta, como é o caso da mariposa-lua. Clique para mais detalhes.

À medida que os dias ficam mais longos, o ar se aquece. As temperaturas variam entre -7 ° C a 21 ° C (19 ° F a 70 ° F) no verão. Pode não parecer muito quente para você, mas para aqueles que vivem na taiga, o verão é quente e úmido o suficiente para iniciar a época de reprodução. Animais que hibernavam saem de suas tocas para procurar parceiros. As populações de insetos aumentam muito. Aves migratórias chegam aos pântanos para encontrar parceiros e começar a construir ninhos. A taiga desperta com muita atividade porque o verão é curto - entre um e três meses - e as flores e os animais da taiga acasalam e produzem seus filhotes antes que o inverno retorne.


Imagens via Wikimedia Commons. Vista aérea de abdallahh.

Sisi Gao obteve seu PhD em Biologia na Arizona State University. Atualmente é escritora científica que trabalha em biologia do câncer.

Leia mais sobre : Tratando da taiga

Ver citação

Pode ser necessário editar o nome do autor para atender aos formatos de estilo, que geralmente são "Sobrenome, nome"

Detalhes bibliográficos:

  • Artigo: Tratando da taiga
  • Autor: Sisi Gao
  • Tradutor: Mariana Grizante
  • Editor: Arizona State University School of Life Sciences Ask A Biologist
  • Nome do site: ASU - Ask A Biologist
  • Data de publicação: August 6, 2020
  • Data acessada: October 22, 2020
  • Ligação: https://askabiologist.asu.edu/tratando-da-taiga

APA Style

Sisi Gao. (2020, August 06). Tratando da taiga, (Mariana Grizante, Trans.). ASU - Ask A Biologist. Retrieved October 22, 2020 from https://askabiologist.asu.edu/tratando-da-taiga

American Psychological Association. For more info, see http://owl.english.purdue.edu/owl/resource/560/10/

Chicago Manual of Style

Sisi Gao. "Tratando da taiga", Translated by Mariana Grizante. ASU - Ask A Biologist. 06 August, 2020. https://askabiologist.asu.edu/tratando-da-taiga

MLA 2017 Style

Sisi Gao. "Tratando da taiga", Trans. Mariana Grizante. ASU - Ask A Biologist. 06 Aug 2020. ASU - Ask A Biologist, Web. 22 Oct 2020. https://askabiologist.asu.edu/tratando-da-taiga

Modern Language Association, 7th Ed. For more info, see http://owl.english.purdue.edu/owl/resource/747/08/
Floresta taiga

A taiga também é conhecida como floresta boreal. Em muitas áreas, as árvores coníferas são densas e a floresta se estende por milhares de quilômetros sem fim.

English version:

Be Part of
Ask A Biologist

By volunteering, or simply sending us feedback on the site. Scientists, teachers, writers, illustrators, and translators are all important to the program. If you are interested in helping with the website we have a Volunteers page to get the process started.

Donate icon  Contribute

Share this page:

 

Share to Google Classroom